junho 18, 2024
Arma de fogo falsa Provoca tragédia foto ilustrativa deiwid felicio

Arma de fogo falsa Provoca tragédia

Homem é morto após apontar arma de fogo falsa para policiais em Criciúma.

Conforme a PM, homem fugiu após furtar eletrônicos em uma loja da cidade. Ação ocorreu durante abordagem.

O homem de 39 anos foi morto por militares após apontar uma arma de fogo falsa para eles em Criciúma, informou a Polícia Militar. Nesta segunda-feira (14), a Polícia Civil informou que aguarda informações para instaurar inquérito policial.

Conforme a PM, o homem fugiu após furtar um notebook e um celular de uma loja, na manhã de domingo (13), e foi encontrado pelos policiais a cerca de 3 km do local do crime.

No momento da abordagem, segundo relatório da PM, o suspeito investiu contra a equipe. Não há informações, no entanto, se o suspeito apenas mostrou a arma falsa ou se avançou contra os policiais…

A PM informou que reagiu com as armas da corporação “em legítima defesa”. O suspeito morreu no local.

•Segundo a Polícia Militar, outras pessoas lançaram rojões na direção dos policiais durante o isolamento do local para a perícia. Dois homens foram identificados e foram detidos pela PM.

Objetos furtados

Conforme a PM, os objetos furtados foram localizados. Um homem recebeu voz de prisão e um adolescente de 16 anos foi apreendido pela receptação dos equipamentos, conforme a PM.

O maior de idade relatou aos policiais militares que vendeu o simulacro ao suspeito do furto há cerca de três dias.

O homem que morreu tem 31 passagens policiais, que incluem furto, receptação, tráfico e tentativa de homicídio contra policiais militares no Morro do Mocotó, em Florianópolis.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *