maio 29, 2024
Diabéticos sofrem  Com falta de insulina foto deiwid felicio

Diabéticos sofrem  Com falta de insulina

Diabéticos sofrem com falta de insulina fornecida pelo Estado em Santa Catarina

Pacientes dependem do produto para manter os níveis corretos de glicemia

A aposentada Dagmar Vollmann Pereira é uma das várias pessoas que dependem da insulina fornecida pelo Estado para o controle da diabete em Joinville, no Norte de Santa Catarina. Nas últimas semanas, o produto está em falta na Farmácia Escola e os pacientes buscam por respostas. Outras cidades catarinenses começam a apresentar o mesmo problema.

“Essa insulina que está faltando é a de ação longa, que você toma uma vez por dia. Ela é fornecida pelo Estado”, comenta Dagmar. Ela precisou desembolsar R$ 110 para manter a aplicação do medicamento e manter a qualidade de vida…

A falta do medicamento pode causar diversas complicações à saúde do paciente. “A gente estando medicada já é complicado você manter ela [diabete] no devido lugar, imagina sem. Insulina é vida”, afirma a aposentada.

Empresa fornecedora da insulina alega problemas na importação

A insulina glargina, que é fornecida pelo Estado e está em falta, é a chamada de ação lenta, e precisa ser aplicada em períodos determinados para manter os níveis adequados da glicemia, nos casos de diabete tipo 1.

No caso da insulina, os municípios são responsáveis pela entrega do produto aos pacientes, que é fornecido pelo Estado, por meio da Farmácia Escola. A Secretaria Estadual da Saúde já foi comunicada sobre a falta de três tipos de insulina e também da caneta descartável.

  Secretaria de Estado também afirmou que a empresa responsável pelo fornecimento da glargina e da caneta descartável encaminhou uma carta de justificativa de atraso na entrega do produto. De acordo com a Secretaria, a empresa alega problemas na importação, e há uma previsão de entrega ainda para o mês de agosto, procurando tranquilizar os usuários.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *