abril 22, 2024
Tubarão confia nos Seus vereadores foto deiwid felicio

Tubarão confia nos Seus vereadores

Poucas horas nos separam do anúncio dos nomes eleitos pelo Legislativo municipal, para gerir os destinos de Tubarão pelos próximos 18 meses. A escolha entre os vereadores, pelo sistema de eleição indireta, se fez necessária a partir da renúncia do prefeito Joares Ponticelli e seu vice Caio Tokarski, por conta da polêmica Operação Mensageiro, sobejamente conhecida.

Este é um bom momento para indagar a quem quer que seja escolhido novo prefeito, o que ele pretende fazer pela cidade. É óbvio que não há uma pesquisa indicando as prioridades do município, até porque não houve tempo hábil para encomendar qualquer consulta pública de prioridades. Mesmo assim, é fácil identificar algumas carências. Queremos acreditar que, entre as prioridades, além do desejo de uma administração transparente e isenta de nuvens de corrupção, setores como a saúde, educação e segurança apareçam em destaque.

Em momentos similares, de véspera de eleição, muitas costumam ser as promessas de campanha, com prioridades apontadas pelos candidatos à Prefeitura. No caso desta eleição relâmpago, por motivos óbvios, não houve tempo para fazer campanha e muito menos ouvir os eleitores. O novo prefeito e vice já sabem que terão pela frente um desafio hercúleo, devendo agradar gregos e tubaronenses. Sabem também que deverão exercer um mandato de parcerias, com destaque para as chamadas entidades representativas dos diversos segmentos da economia local.

Os novos mandatários, prefeito e vice, contarão com a vantagem de não jogarem com a necessidade de cumprir promessas, até porque não as fizeram. Mesmo assim, os futuros responsáveis pelo Executivo, até pela condição de representantes eleitos e, por isso mesmo, supõe-se, conhecedores da realidade de Tubarão e das necessidades de sua gente, poderão ter um trabalho mais digamos leve para atender os anseios populares. Se tivéssemos que eleger uma prioridade, essa estaria no campo da saúde, onde hoje temos postos de saúde em situações precárias, um deles funcionando em local que antes foi um canil e mais tarde uma unidade policial.

Há carência de médicos, postos de saúde mal localizados e outra infinidade de dificuldades que anseiam por soluções nessa área. Ainda na esteira do rol de obrigações da nova chefia do Executivo, podemos citar ainda questões de infraestrutura, como a situação dos cemitérios, irregularidades na Cosip, além de, finalmente, fazer por acelerar a comissão de investigações do Legislativo que apura a verdade sobre a Operação Mensageiro. O novo prefeito tem sim, como agilizar o andamento desse processo, até ‘para que possa, efetivamente, governar o município.

Ainda no campo da infraestrutura, é verdade que muita coisa foi feita pela administração renunciante, notadamente o processo de implantação da rede de esgoto sanitário na cidade bem como o setor de conservação de ruas e estradas que, em momento algum foi descuidado. Aos novos chefes do Executivo, devem ser cobrados também procedimentos no sentido de reurbanizar localidades importantes da cidade, com a Avenida Marcolino Martins Cabral, or exemplo, onde automóveis, ciclistas e pedestre circulam ao mesmo tempo, no mesmo local em permanente risco à segurança de cada um deles.

A cidade também se ressente de um esquema prático e funcional de sinalização de trânsito voltada para o turismo. Hoje, qualquer cidadão visitante que, estando no centro da cidade, procurar a rodoviária, por exemplo, terá dificuldade de chegar ao destino por absoluta falta de orientação e sinalização convencional de trânsito. Além desse quadro, não há como ignorar o desafio que vossas excelências terão pela frente, na questão da segurança escolar. Muito já foi feito, é claro, mas a sociedade tubaronense espera muito mais, para que possa dormir tranquila.

Na área da Segurança Pública Tubarão vive um bom momento, embora assustada com a incidência cada dia maior de casos de violência doméstica e prática de feminicídios, bem como um elevado índice de acidentes de trânsito com vítimas por acidentes de motos e outros. Polícia Militar, Polícia Civil e corpo de bombeiros têm feito o dever de casa e de um modo geral a população pode formir tranquila. Na área da Educação também o município vive um bom momento. A comunidade escolar não tem do que reclamar.

É mais ou menos com esse pano de fundo que o futuro prefeito e vice-prefeito de Tubarão terão que administrar, tão logo sejam eleitos, para um mandato de 18 meses, que poderá ser encolhido no caso de desejarem encarar candidaturas majoritárias em 2024. É possível dizer que, pela forma tranquila como foi encaminhado o processo de eleição indireta pelos senhores vereadores, a população de Tubarão espera que os eleitos possam fazer o melhor para que a cidade continue trilhando seu caminho de cidade polo da região da Amurel, onde o futuro é hoje.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *