junho 18, 2024
População carcerária Explode no Brasil foto deiwid felicio

População carcerária Explode no Brasil

5 mil cidades brasileiras têm menos moradores do que o total de presos no Brasil; 1 em cada 4 deles não foi julgado.

Em 2021, a quantidade de pessoas que estavam privadas de liberdade chegava a 820.689. Número em 2022 subiu para 832.295.

Em 2022, a população carcerária do Brasil ultrapassou 830 mil pessoas, de acordo com dados da 17ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados nesta quinta-feira (20). Segundo o levantamento, são 832.295 pessoas no sistema prisional.

Do total de presos, 621.608 foram condenados, enquanto 210.687 estão presos provisoriamente, aguardando julgamento. Ou seja: a cada quatro pessoas presas, uma não foi julgada e teve pena definida pela Justiça brasileira…

Na comparação, é como se a população carcerária do país fosse maior do que a quantidade de moradores de 5.186 cidades do Brasil, de acordo com dados do Censo 2022, divulgado em junho. Ao todo, o país possui 5.570 localidades, com 5.568 municípios e dois distritos (Fernando de Noronha e Distrito Federal).

A população carcerária também é maior do que a de três estados do Brasil:

Roraima: com 636.303 pessoas

Amapá: com 733.508 pessoas

Acre: com 830.026

Em 2021, a quantidade de pessoas que estavam privadas de liberdade chegava a 820.689. Em 2022, o número subiu para 832.295 — aumento de 1,4%.

Desse total, 826.740 pessoas estão presas em cadeias em estaduais e federais, incluindo 91.362 presos com monitoramento eletrônico

5.555 estão sob custódia das polícias, em delegacias

Ainda de acordo com o Anuário, existe um déficit de mais de 236 mil vagas no sistema prisional.

No total, são 832.295 pessoas encarceradas

Mas o total de vagas no sistema prisional é de 596.162

43,1% da população carcerária é formada por jovens de até 29 anos

68,2% da população carcerária são negros

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *