maio 18, 2024
Redes voltam do mar com centenas de quilos de tainha em Balneário Rincão foto da internet ND+

Redes voltam do mar com centenas de quilos de tainha em Balneário Rincão

No fim de semana, a cena comum nas praias do Sul catarinense foi patrocinada pelos pescadores artesanais

No primeiro fim de semana em que pescadores artesanais lançaram as redes ao mar, no tradicional estilo de tirar o peixe no braço, centenas de pessoas foram olhar o espetáculo de perto. A cena, com pelo menos meia dúzia de grandes redes lançadas em busca da tainha, ocorreu neste domingo (25) no Balneário Rincão.

Desde o último dia 21, a pesca artesanal de emalhe anilhado, com grandes barcos, está encerrada. Com isso, os cardumes chegam na costa facilitando este modelo mais modesto de pesca.

A safra da tainha tem forte importância para a economia catarinense, pois o pescado serve como fonte de renda para milhares de famílias. A portaria MPA Nº 100, de 21 de junho de 2023, anunciou o fim da modalidade emalhe anilhado, o que frustrou as autoridades catarinenses.

A Secretaria Aquicultura e Pesca estima um prejuízo de R$ 15 milhões de forma direta, em decorrência desta medida.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *