maio 20, 2024
Candidato que alegou fraude foi preso Foto Divulgação

Candidato que alegou fraude foi preso

O Candidato derrotado que alegou fraude em eleições no Paraguai acabou preso

Paraguayo Cubas não resistiu à prisão, feita na cidade de San Lorenzo, arredores de Assunção. Ele foi detido na sede do Agrupamento Especializado da Polícia, informou Gilberto Fleitas, comandante da Polícia Nacional.

O ex-candidato à presidência, Cubas, que denunciou uma fraude após ter ficado em terceiro lugar nas eleições de domingo, foi detido nesta sexta-feira (05), de forma preventiva, sob acusações de perturbação da tranquilidade pública, informou a Polícia.

A prisão aconteceu por ordem da Procuradoria do Paraguai, segundo a polícia. Depois de perder as eleições para Santiago Peña, Cubas comandou protestos para contestar os resultados —não há nada que tenha colocado os resultados em xeque, de acordo com organizações internacionais.

No Paraguai, as eleições presidenciais têm um só turno. Os paraguaios votaram no último dia 30 e o resultado foi o seguinte:

•             Santiago Peña: 43%

•             Efraín Alegre: 27%

•             Paraguayo Cubas: 23%

Cubas não resistiu à prisão, feita na cidade de San Lorenzo, arredores de Assunção. Ele foi detido na sede do Agrupamento Especializado da Polícia, informou Gilberto Fleitas, comandante da Polícia Nacional.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *