maio 29, 2024
Polícia descarta coincidência no acidente com desembargadora Foto: Divulgação

Polícia descarta coincidência no acidente com desembargadora

A PRF descartou possibilidade de crime em acidente envolvendo desembargadora de SC responsável pela Mensageiro. Colisão é ‘extremamente comum’, destaca PRF; Cinthia Beatriz deve retornar ao Tribunal na próxima semana.


A PRF (Polícia Rodoviária Federal) descarta ação criminosa no acidente de trânsito sofrido nesta quinta-feira (2) por Cinthia Beatriz Bittencourt Schaefer, desembargadora responsável pela Operação Mensageiro, que investiga a participação de prefeitos em esquema de corrupção.


Schaefer se envolveu em um engavetamento no km 117 da BR-101, em Itajaí, no Litoral Norte. Ela foi encaminhada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Itajaí com ferimentos leves. Ela passa bem e deve retornar ao trabalho na próxima semana, informou o TJSC nesta sexta (3).


A PRF concluiu um LAPT (Laudo Pericial de Acidente de Trânsito), procedimento comum em acidentes onde há vítimas. A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil, mas o caso não chegou a ser encaminhado para investigação.


“Tratou-se de mais uma colisão traseira, situação extremamente comum na BR-101, causada por não manter distância frontal de segurança. Esse tipo de acidente acontece às dezenas, todos os dias, felizmente quase sempre sem vítimas ou apenas lesões leves”, informou a PRF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *