julho 19, 2024
Saiba quais são os 5 carros híbridos mais vendidos do Brasil em 2022  Foto Divulgação

Saiba quais são os 5 carros híbridos mais vendidos do Brasil em 2022 

Carros eletrificados ganharam espaço, mas quase metade do total é concentrada na Toyota 

O segmento de carros eletrificados vai ganhando cada vez mais espaço na casa do consumidor brasileiro. Em 2022, segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), foram emplacados 49.245 veículos com algum grau de eletrificação. Portanto, estamos falando de 2,5% do total de carros vendidos no país. 

Destes, o grande destaque fica para os híbridos. Do montante total, apenas 8.458 foram de veículos movidos somente à energia elétrica. Portanto, 40.787 foram modelos híbridos. O grande destaque, claro, foi a Toyota. 

A marca liderou as vendas desse tipo de carro graças à família Corolla. Juntos, SUV e sedã foram responsáveis por quase 20 mil emplacamentos, considerando apenas as versões híbridas, obviamente. 

Confira abaixo os cinco carros híbridos mais vendidos do Brasil em 2022: 

1 – Toyota Corolla Cross – 12.507 unidades 

O desempenho não é o forte do Corolla Cross. O motor 1.8 combinado a dois propulsores elétrico não tem os picos combinados, portanto, ele demora um pouco mais para embalar. O motor a combustão entrega 101 cv e 14,5 kgfm de torque, enquanto os motores elétricos geram 72 cv e 16,6 kgfm. 

Apesar disso e das polêmicas em que se envolveu por causa do escapamento, conseguiu o título de híbrido mais vendido com boa margem sobre o “irmão”. 

2 – Toyota Corolla – 7.109 unidades 

O conjunto é o mesmo do SUV, mas, cada vez mais, o tradicional sedã vai sendo ofuscado pelo “irmão” – ainda que a versão Cross tenha várias simplificações em relação ao veterano. 

O grande trunfo da família Corolla está no consumo, já que é possível rodar mais de 17 km/l na cidade com gasolina. 

3 – Caoa Chery Tiggo 5x – 2.507 unidades 

Lançado apenas em setembro de 2022, o Tiggo 5x ainda assim conseguiu subir ao pódio dos híbridos mais vendidos. O modelo é o único híbrido leve da lista e combina o motor 1.5 turboflex com um sistema de 48V para chegar aos 160 cv e 25,5 kgfm de torque. 

A melhoria no consumo é notável, já que o modelo registra médias de 8,7 km/l (ciclo urbano) e 8,8 km/l (rodoviário) com etanol e de 11,8 km/l (cidade) e 12,3 km/l (estrada) com gasolina. Um bom salto em relação ao Pro que fazia 6,9 km/l (urbano) e 8,1 km/l (rodoviário) e 9,9 km/l (cidade) e 11,5 km/l (estrada), respectivamente. 

4 – Caoa Chery Tiggo 8 – 1.941 unidades 

Outro modelo que foi lançado no final do ano e chegou incomodando a concorrência é o Tiggo 8, que já era notado pela boa construção e desempenho e passou a se destacar ainda mais pelo bom custo-benefício após se tornar híbrido. Ele tem preço sugerido de R$ 280 mil, que é bem menos do que o valor cobrado por um Jeep Compass 4xe, por exemplo. 

Híbrido do tipo plug-in, ele é equipado com dois motores elétricos que somados ao 1.5 turbo fornecem 317 cv e 56,6 kgfm de torque. Ele acelera de 0 a 100 km/h em menos de 7 segundos e roda até 77 km somente no modo elétrico. 

5 – Volvo XC60 – 1.879 unidades  

É o modelo mais caro da lista: R$ 400 mil. Obviamente trata-se de um veículo de luxo e, até por isso, também é o mais potente do ranking. Ele reúne um complexo sistema, já que traz motor 2.0 turbo com sistema de 48V, mas há ainda um propulsor elétrico no eixo traseiro que faz o sistema entregar 462 cv e excelentes 72,3 kgfm de torque. 

O consumo urbano declarado pela Volvo é de, em média, 27,8 km/l. Somente com as baterias, o XC60 pode rodar até 78 km. 

Fonte:  Autoesporte 

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *