maio 18, 2024
Professora acusada de violência escolar foto ilustrativa

Professora acusada de violência escolar

A violência escolar não está somente de fora para dentro. Uma professora do oeste do estado é indiciada suspeita de amarrar crianças durante refeições em creche.
Segundo Polícia Civil, pelo menos dois alunos, com menos de 2 anos, foram vítimas. MPSC informou que analisa inquérito. Suspeita foi afastada.
A professora de 39 anos foi indiciada pelo crime de maus-tratos contra duas crianças, de menos de dois anos, que teriam sido amarradas durante refeições em uma creche municipal no Oeste de Santa Catarina, segundo a Polícia Civil. Ela foi afastada das atividades.
O município onde as ocorrências foram registradas não será divulgado para preservar a identidade dos alunos….

De acordo com a investigação, ao ser questionada por alguém sobre o motivo de amarrá-las, a suspeita respondeu que “era porque as crianças não paravam durante a refeição”.
Segundo o delegado Lucas Almeida, responsável pela investigação, imagens de uma câmera de monitoramento mostram uma aluna de 1 ano e 10 meses com as pernas amarradas com uma fita no refeitório, durante o café da manhã, em 22 de setembro de 2023.
Durante as investigações, a Polícia Civil apurou que a suspeita teria feito a mesma coisa com um aluno de 1 ano e 7 meses. As crianças não tinham marcas de agressões.
A prefeitura, por meio de assessoria, informou nesta sexta-feira (20) que afastou a servidora e abriu um processo administrativo para apurar as denúncias assim que tomou conhecimento dos fatos. O indiciamento ocorreu na quarta-feira (18).
O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público de Santa Catarina e, segundo o órgão, segue em análise nesta sexta-feira.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *