maio 29, 2024
Identificadas apologias simpáticas ao nazismo foto senado federal

Identificadas apologias simpáticas ao nazismo

Operação liderada por SC identifica extremistas com referências ao neonazismo em investigados por discurso de ódio na internet
Ação foi resultado de uma investigação sobre os ataques racistas que um servidor público de Blumenau, no Vale do Itajaí, e a enteada dele sofreram em 2022.

A Polícia Civil de Santa Catarina concluiu na segunda segunda-feira (23) a fase de análise preliminar dos materiais apreendidos na Operação Trend, deflagrada em nove estados no início do mês contra suspeitos de racismo e discurso de ódio na internet. Segundo os investigadores, os suspeitos identificados são extremistas e com referências ao neonazismo.
Deflagrada em 5 de outubro, a ação é resultado de uma investigação sobre os ataques racistas que um servidor público de Blumenau, no Vale do Itajaí, e a enteada dele sofreram. Os dois são negros e, em outubro de 2022, receberam as mensagens racistas ao publicarem imagens com os trajes típicos da Oktoberfest.

A ação do início do mês foi coordenada por Santa Catarina, cumpriu 16 mandados de busca e apreensão e aconteceu em parceria com o Ministério da Justiça. Entre os alvos, há suspeitos de integrarem células neonazistas´…
Todo o material apreendido foi enviado a Santa Catarina e analisado. Conforme o delegado Arthur Lopes, no “mapa do racismo” na internet descoberto, os investigadores identificaram entre os integrantes adolescentes do sexo feminino a homens mais velhos cometendo os crimes.
No total, foram 19 aparelhos celulares apreendidos dos suspeitos, além de computadores e outros documentos. Cerca de 100 policiais de diferentes estados participaram da ação. As investigações continuam em sigilo.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *