abril 23, 2024
Alegando perseguição Koch vai à Justiça foto deiwid felicio

Alegando perseguição Koch vai à Justiça

Alegando perseguição política, Candidato mais votado a conselheiro tutelar de Tubarão recorre à justiça após ser impugnado. Ele alega perseguição política desde a homologação de sua candidatura

O resultado final da eleição para os novos membros eleitos ao Conselho Tutelar de Tubarão registrou a impugnação do candidato mais votado, com 956 votos. Após a divulgação da decisão da Comissão Especial para o Processo de Escolha dos Membros do Conselho Tutelar de Tubarão, o candidato André Koch, se posicionou afirmando que recorrerá da decisão na Justiça.
Ele gravou um vídeo apresentando seus argumentos onde alega perseguição política. Segundo André, desde a homologação de sua candidatura, foram feitas dezenas de representações e teve causa vencida em todas, por não haver elementos que embasassem as notificações. ..
Em nota, André afirma que a cassação do mandato não implica no fim do processo, pois entrará com mandado judicial contra a decisão do Conselho, onde será amparado pela lei eleitoral nº 9.504/97, e deverá ter o respaldo legal para balizar sua defesa, e provar o que ele chama de injustiça.
O resultado das eleições foi alterado após julgamento das impugnações e a realização da capacitação, definindo-se, assim, os cinco novos integrantes do conselho para o mandato 2024-2027.
Foram classificados pela Comissão Jamile Motta (525 votos), Cleber Paes Alves (440 votos), Professora Sara (418 votos), Andréa Exterkoetter (353 votos) e Ari Cunha Up Side (316 votos). Já o candidato mais votado com 956 votos, André Kock, foi impugnado.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *