abril 13, 2024
Novas revelações sobre a Operação Mensageiro foto site nd+

Novas revelações sobre a Operação Mensageiro

Mensageiro: dono da Serrana admite propina de R$ 160 mil em Imaruí

Em audiência de instrução nesta sexta-feira (18), o dono da Versa Engenharia, antiga Serrana, disse que Correa teria recebido pagamento por dois anos completos

O dono da empresa Versa Engenharia, antiga Serrana, prestou depoimento na audiência de instrução do processo de investigação da Operação Mensageiro na cidade de Imaruí. A sessão acontece online nesta sexta-feira (18).

Mensageiro: empresa investigada por corrupção lucrou R$ 8 milhões em Imaruí, diz investigador

O depoimento do empresário, que está preso no presídio masculino de Joinville, iniciou com a alegação de que ele não conhecia, nem nunca tinha visto o prefeito de Imaruí, Patrick Correa (União Brasil). Segundo ele, outro funcionário da empresa era autorizado a fazer tratativas com o poder público.

Segundo o dono da empresa, “com esse funcionário, em conversa entre ele e o prefeito, Patrick tinha pedido R$ 10 mil para manter o contrato da Serrana com a prefeitura. A gente então pagou R$ 5 mil, porque foi o que a gente tinha combinado”.

“O pagamento foi feito [ao prefeito Patrick Correa (União Brasil) ] em dois anos completos. Os valores eram pagos todos os meses, às vezes mais vezes, às vezes menos”, diz.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *