maio 18, 2024
Tainhas aparecem em Florianópolis foto de ilustração

Tainhas aparecem em Florianópolis

Com o fim da pesca embarcada, 8 praias de Florianópolis registram lanços. Peixes foram capturados pela técnica de arrasto, para a qual não há cotas; prática é permitida até o fim da safra em 30 de julho

A sexta-feira (23) de tempo fechado e chuva trouxe alegria para muitos pescadores de Florianópolis. Em todas as regiões do município foram registrados lanços de tainha, com destaque para a praia do Gravatá, no Leste da Ilha, onde foram pescados cerca de 20 mil peixes.

As redes cheias para a pesca de arrasto de chegam um dia após o Ministério da Pesca e Aquicultura decretar o encerramento da modalidade anilhada embarcada em todo o país por atingir a cota máxima. O que diferencia as modalidades é a rede utilizada e o local de pesca, sendo a de arrasto na beira da praia e a anilhada em alto mar.

O encerramento causou frustração por parte da categoria e pelo Governo de SC, já que esse é considerado o momento da chegada do peixe no litoral catarinense. Em declaração ao ND+, Tiago Friggo, Secretário de Estado da Pesca, declarou que a notícia foi como ‘um tiro no peito do pescador’.

Com os números desta sexta-feira (23), o Tainhômetro, plataforma que contabiliza o número de peixes por praia de Florianópolis, deve passar das 100 mil tainhas capturadas em 2023.

Atualmente a liderança é da praia da Lagoinha do Norte (38.127), que registrou em um único dia mais de 27 mil peixes, seguida por Ingleses (7.798) e Campeche (7.712).

Veja onde foram registrados lanços nesta sexta-feira

•             Gravatá – cerca de 20 mil

•             Prainha da Barra da Lagoa – 8.323

•             Barra da Lagoa – 3.200

•             Ingleses – 1.900

•             Praia Brava 1.200 •             Naufragados – 677

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *