abril 22, 2024
Dionísio Bressan deixou as fileiras do Progressista Foto Divulgação

Dionísio Bressan deixou as fileiras do Progressista

Bressan permanecerá sem partido, à espera de um projeto político que possa lhe despertar novamente o interesse de ajudar e continuar participando do crescimento de tubarão.

O mundo político de Tubarão foi surpreendido nesta sexta-feira(31), com a decisão do atual presidente da Copagro (Cooperativa Agropecuária de Tubarão), Dionício Bressan Lemos, de deixar os quadros do Partido Progressista no município. Segundo ele, trata-se do cumprimento de uma decisão que já havia sido tomada em 2012, quando encolheu sua participação nas ações do seu partido em âmbito municipal. Embora reconheça ter feito por merecer mais espaço na sigla em Tubarão, Bressan diz que não pode reclamar, “na medida em que também não lutei por mais espaço no partido”.

Mesmo garantindo que sua renúncia ao PP não tem nada a ver com qualquer projeto político futuro, o presidente da Copagro, que já foi presidente da Epagri, secretário municipal da Agricultura em Tubarão e vereador entre 2009 e 2012, mostra firmeza na sua decisão. Sobre seu futuro político e eventual candidatura, o entrevistado assegura: “no que depender da minha vontade pessoal apenas posso  ajudar a construir um projeto político para Tubarão”.

O agora ex-progressista se considera ressentido com a situação atual da política local e mesmo com o cenário de desmandos da política nacional, frustrante, segundo ele,  “na medida em que tivemos um condenado que foi descondenado para que pudesse concorrer à Presidência da República”. No Caso de Tubarão, Bressan lembra ter ajudado, com outras lideranças, a construir a carreira política do prefeito Joares Ponticelli , “liderança de indiscutível potencial, com uma carreira que acabou comprometida, basicamente, pelas má companhias e envolvimento com outras pessoas que o desviaram da rota que vinha sendo pavimentada e que poderia, inclusive, culminar com uma candidatura ao Governo do Estado”.  

Para Dionísio, o prefeito foi desviado do bom caminho, interrompendo um projeto de sucesso, no qual todos acreditavam e demonstravam interesse em participar.  Dionisio Bressan deixa claro contudo, que sua decisão de desfiliar-se do PP, nada tem a ver com o atual quadro político local, na medida em que já havia decidido ficar sem partido, à espera de uma oportunidade política que possa lhe permitir continuar contribuindo para o futuro de Tubarão. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *