abril 13, 2024
Denúncia apura vacina vencida em Araranguá Foto Divulgação

Denúncia apura vacina vencida em Araranguá

Uma clínica particular foi denunciada por aplicar vacinas vencidas em pacientes em Araranguá.

O estabelecimento em Araranguá funcionava mesmo sem alvará, segundo a Vigilância Sanitária. Vacinas vencidas não oferecem riscos à saúde, mas eficácia é comprometida.

A clínica particular de Araranguá, no Sul catarinense, é investigada por suspeita de ter aplicado vacinas vencidas em pacientes. O total de pessoas imunizadas indevidamente e quais as doses fora da validade oferecidas são levantadas pela Polícia Civil, que apura o caso.

A Vigilância Sanitária autuou a clínica, que está fechada. Conforme a Secretaria de Saúde, as vacinas vencidas não oferecem riscos aos pacientes, mas perdem a eficácia e não oferecem proteção.

A C-Vacine disse que não se pronunciará sobre as investigações até que os autos do processo sejam julgados. Disse também que a clínica permanece fechada momentaneamente e que deve retomar as atividades assim que regularizar a documentação do estabelecimento.

A 1ª Delegacia de Polícia Civil de Araranguá deve ouvir em breve os responsáveis pela clínica e os agentes da Vigilância Sanitária que participaram da fiscalização.

A sala de vacinação não consta mais entre as habilitadas na Secretaria de Estado da Saúde, mas a assessoria do órgão não informou o motivo do descadastramento.

De acordo com a Vigilância Sanitária, a clínica já foi alvo de duas fiscalizações, em dezembro de 2022 e janeiro deste ano. Mas, nas duas ocasiões, o estabelecimento estava fechado.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *