julho 19, 2024
SC tem situação crítica no saneamento básico Foto Ilustração

SC tem situação crítica no saneamento básico

Estudo analisa prestação de serviços nas 100 maiores cidades do Brasil; Blumenau foi o único dos três municípios catarinenses avaliados que caiu na tabela

A nova edição do ranking do Saneamento, relatório produzido pelo Trata Brasil sobre o tratamento de esgoto e distribuição de água nas 100 maiores cidades brasileiras, mostra que os três municípios mais populosos de Santa Catarina analisados – Joinville, Florianópolis e Blumenau – ainda tem muito trabalho a fazer.

Joinville ficou entre as 30 piores municípios na prestação dos serviços, figurando em 74º lugar. Na edição anterior a cidade ficou em 78º. A Capital ficou em 59º, subindo uma posição em relação ao ano anterior. Blumenau caiu: passou do 66º lugar para o 68º.

Produzido desde 2009, o relatório analisa os dados dos indicadores do SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento), publicado pelo Ministério das Cidades. A edição deste ano considera dados de 2021. O estudo avalia o nível de atendimento, a melhora serviço e o nível de eficiência.
O relatório mostra que enquanto a coleta de esgoto ainda é incipiente nas cidades, a distribuição de água potável está consolidada. Joinville e Florianópolis estão entre as 46 cidades brasileiras que abastecem 100% da população.

Florianópolis sobe uma posição
A Capital de Santa Catarina subiu uma posição no ranking, com avanço de 0,42% na coleta total de esgoto entre 2020 e 2021 – cerca de 65,71% dos habitantes são atendidos pelo serviço. Considerando o período entre 2017 e 2021, o aumento foi de 2,73%.

Levando em conta apenas as capitais brasileiras, Florianópolis está na 15ª posição. A cidade está atrás de todas as capitais do Sul do país: Curitiba está em 2º lugar, com 99% de cobertura da rede de esgoto e em 15º no ranking geral; Porto Alegre em 14º entre as Capitais e 49º no geral.

Fonte (REDAÇÃO ND)

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *