abril 13, 2024
Tribunal nega soltura de prefeitos da Amurel Foto Divlgação

Tribunal nega soltura de prefeitos da Amurel

Recursos em favor dos prefeitos Joares Ponticelli, de Tubarão; Deyvisonn Souza, de Pescaria Brava e do prefeito Vicente Corrêa da Costa, foram negados pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Os recursos foram negados pela Quinta Câmara Criminal do TJSC nesta quinta-feira (16). A decisão por mantê-los na prisão ocorreu por unanimidade e os advogados devem recorrer ao STJ.

Deyvisonn está detido em Criciúma desde 6 de dezembro do ano passado. Ele é um dos sete prefeitos catarinenses detidos pela “Operação Mensageiro”, que apura supostas fraudes em licitações, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro no setor de coleta de lixo.

Além dele, estão detidos os prefeitos de Capivari de Baixo, Vicente Corrêa (PL); o de Tubarão, Joares Ponticelli (Progressistas) e o vice prefeito de Tubarão, Caio Tokarski, União Brasil.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *