julho 19, 2024
The Guardian fala que há possibilidade de presidente não aceitar derrota. Foto Divulgação

The Guardian fala que há possibilidade de presidente não aceitar derrota.

The Guardian fala que há possibilidade de presidente não aceitar derrota

A imprensa internacional está repercutindo a disputa eleitoral no Brasil.
O jornal britânico The Guardian afirma que há um temor de que crescente de que Bolsonaro recuse aceitar a derrota na eleição de domingo, após seu filho, o Senador Flávio Bolsonaro, dizer que seu pai é vítima da maior fraude eleitoral já vista em meio a alegações não provadas de tratamento desequilibrado entre os dois postulantes ao cargo.
O jornal compara o atual contexto brasileiro com as alegações de fraude propagadas pelo ex-presidente Trump após sua derrota para Joe Biden.

A revista britânica Nature, especializada em ciência, afirma, por sua vez, que a eleição de Bolsonaro representa “uma ameaça para a democracia, para a ciência e o desenvolvimento”. A publicação informa que mantém a posição editorial da primeira eleição de Bolsonaro ao cargo de presidente do Brasil.

“Há apenas uma chance no Brasil – para o país e para o mundo” é o que afirma o título do editorial.
A BBC traz uma matéria em que questiona por que os pobres votam em Lula. A matéria trata sobre a popularidade de Lula no estado do Ceará e afirma que muitas famílias estão lutando financeiramente.

Uma matéria no jornal norte-americano The Washington Post afirma que a eleição brasileira se assemelha muito à dsputa entre Biden e Trump em 2020. Para o jornal há uma guerra cultural definida pela toxicidade e polarização que definem um discurso nacional.

O também norte-americano The New York Times fez recentemente uma matéria que tinha o título que “Um homem agora decide o que pode ser dito online nas eleições brasileiras”. A matéria teve seu título mudado para “Para combater mentiras, o Brasil dá o poder a um homem sobre expressão online”.

A agência Reuters afirma que o presidente brasileiro irá recorrer à Suprema Corte sobre a propaganda eleitoral nas rádios. Aumentou e muito, segundo a agência, a tensão eleitoral uma vez que Bolsonaro afirma que foi tratado de forma desequilibrada na inserção da propaganda eleitoral em algumas rádios e convocou os comandantes das Forças Armadas para falar sobre a suposta fraude.

O site do canal France 24 menciona uma guerra religiosa no Brasil na disputa dos votos dos evangélicos. A matéria diz que o Brasil é o país que tem a maior população Católica do mundo, mas há um crescimento constante dos evangélicos. O país é tratado como o gigante da América do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *