maio 20, 2024
Debate na Globo: Lula e Bolsonaro comparam governos e trocam acusações Foto Divulgação

Debate na Globo: Lula e Bolsonaro comparam governos e trocam acusações

Debate desta sexta-feira (28), foi o último do segundo turno; votação será no domingo (30). No fim do primeiro bloco, quando Lula se afastava em direção à bancada, Bolsonaro pediu: ‘Fica aqui, rapaz’; Lula retrucou: ‘Não quero ficar perto de você’.

Os dois candidatos à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), fizeram na noite desta sexta-feira (28), na TV Globo, o último debate do segundo turno das eleições.

Eles compararam os períodos em que cada um esteve à frente do governo, trocaram acusações de corrupção e de mentiras e prometeram ganhos no salário mínimo.

O ex-deputado Roberto Jefferson, preso no domingo (23) após atirar contra a Polícia Federal, também foi tema do debate, assim como a compra de viagra pelo governo Bolsonaro para as Forças Armadas e a denúncia do mensalão no governo Lula.

Lula e Bolsonaro também falaram de:
• pandemia de Covid-19
• Bolsa Família e Auxílio Brasil
• política externa
• armas de fogo

Pelas regras do debate os candidatos podiam ficar em pé pelo estúdio e se movimentar enquanto falavam.

Além disso, podiam distribuir como quisessem o tempo a que tinham direito em cada bloco, o que propiciou diálogos entre os candidatos.

No fim do primeiro bloco, ao terminar uma fala, Lula, que estava próximo de Bolsonaro, se afastou em direção à bancada. Nesse momento, Bolsonaro pediu para o candidato do PT ficar mais próximo dele.
“Fica aqui, rapaz”, pediu Bolsonaro.
“Não quero ficar perto de você”, respondeu Lula.
Acusações de mentiras.

Uma das marcas do debate foram as acusações mútuas de “mentiroso” entre os candidatos.

Quando o tema foi combate à pobreza, Lula disse que 33 milhões de pessoas passam fome no país . Bolsonaro mencionou os valores pagos pelo Auxílio Brasil e pediu para Lula parar de mentir.

“No nosso governo, segundo Ipea, quem ganha até R$ 10 por dia está abaixo da linha da pobreza. Estamos oferecendo R$ 20 por dia. Para de mentir, Lula, pelo amor de Deus”, disse o presidente.

Lula pediu direito de resposta e afirmou que Bolsonaro sabe “quem mente no país”.
“Eu vou pedir [direito de resposta], vou dizer que aqui só tem um mentiroso chamado…Não vou dizer o nome para não ter direito de resposta.Vou repetir: quem mente nesse país, o senhor sabe quem é […] Tem 33 milhões de pessoas passando fome nesse país, e hoje a Folha [jornal Folha de S.Paulo] alega que tem 24 milhões que não conseguem comprar alimento”, disse Lula.
Durante uma discussão sobre reajuste do salário mínimo, os candidatos trocaram novas acusações.
Bolsonaro disse que o PT fez propagandas no horário eleitoral com informações mentirosas sobre medidas econômicas supostamente defendidas pelo governo.
“Então, ele [Lula] não responde, não quer dizer que não determinou que o programa eleitoral do partido dele falasse mentiras. Que eu não ia mais reajustar o salário mínimo, a aposentadoria, e que eu ia cassar férias, 13º e hora extra. Mentiroso”, acusou Bolsonaro.
Lula rebateu dizendo que viu um dado de que Bolsonaro teria “mentido 6.489 vezes durante o mandato”. O ex-presidente não detalhou a fonte da informação.
“Primeiro, o povo brasileiro sabe quem é mentiroso. Hoje, eu vi uma revista de fatos dizendo que ele mentiu 6.489 vezes durante o seu mandato. Só no programa de televisão dele, nós ganhamos 60 direitos de resposta por conta das mentiras dele”, alegou Lula
Mais adiante no debate, em interação sobre política externa, Lula disse que o Brasil está isolado do resto do mundo. Bolsonaro voltou a chamar o ex-presidente de mentiroso.
“Mentiroso. Negociei fertilizantes com a Rússia. Imagina o Brasil sem fertilizantes. Onde ia parar a nossa segurança alimentar e a de mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo?”
Bolsonaro voltou a atacar o petista ao citar os títulos de terra concedidos durante sua gestão.
“Lula, olha só como você é mentiroso. Dei títulos para mais de 420 mil assentados, por que que você não dava título? Por que você usava esse pessoal para invadir terras por aí? Eu dei liberdade para essas pessoas, Lula”, rebateu Bolsonaro
Lula afirmou que, quem entrega título é o Incra e que, no governo do PT, “disponibilizou terra para a produção de comida”.
“Quem entrega título, na verdade, é um órgão do governo chamado Incra, o que eu fiz foi disponibilizar Terra para produzir comida nesse país e se voltar e tiver terra improdutiva, e tiver gente querendo trabalhar no campo, essa gente vai ter o direito de trabalhar no campo.”

 

Quer receber as notícias do L90 direto no seu celular? Entre em nosso grupo de notícias no Whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *