maio 20, 2024
Fios nos postes podem ficar no passado foto engenharia 360

Fios nos postes podem ficar no passado

Governo lança programa para organizar emaranhado de fios nos postes das cidades brasileiras.
Programa Nacional de Compartilhamento de Postes terá diretrizes para organizar instalação de cabos e diminuir riscos à população. Governo fala também em minimizar ‘impacto visual’.


Os ministros Juscelino Filho (Comunicações) e Alexandre Silveira (Minas e Energia) assinaram nesta terça-feira (26) portaria com regras para tentar organizar os fios nos postes das cidades brasileiras.
A medida cria o Programa Nacional de Compartilhamento de Postes, ou “programa Poste Legal”, para que os cabos e equipamentos sejam instalados de forma a reduzir o risco para a população e minimizar o “impacto visual” dos emaranhados de cabos…

“É um primeiro passo para resolver o problema”, afirmou o ministro Alexandre Silveira.
Depois da portaria, uma regulamentação conjunta feita pela agências reguladoras de energia (Aneel) e telecomunicações (Anatel) será publicada com todas as regras para as empresas seguirem.
Atualmente, os postes de energia elétrica são compartilhados entre empresas de energia e de telecomunicações.
Porém, com a maior procura por serviços como internet banda larga e telefonia móvel, a grande ocupação dessas estruturas se tornou um problema. Fios soltos, enrolados e mal instalados se tornaram paisagem comum nos municípios do país.
O ministro Juscelino Filho informou que esse documento assinado hoje vai ser importante, já que são estruturas que fazem parte do dia a dia. “Hoje, 65 milhões de residência possuem internet graças aos postes”, disse.
Segundo os ministérios, a maior organização do uso dessas estruturas deve proporcionar uma redução de custos operacionais às empresas que utilizam os postes e com isso refletir em uma redução nos custos para o consumidor.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *