julho 18, 2024
5G será definido em Reunião do dia 31 foto deiwid felicio

5G será definido em Reunião do dia 31

Com a promessa de revolucionar a transmissão de dados via dispositivos móveis, sejam smartphones ou tablets, com acesso à internet em velocidade jamais vista e estabilidade de rede, a liberação do sinal de 5G para Tubarão e outras cidades da região estará na pauta de uma reunião do chamado GAISPI – Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3,5 GHz, que acontecerá nesta segunda-feira (31).

Esta é a 20ª reunião ordinária do grupo, e que tem em sua pauta principal a liberação do sinal para 102 cidades do país, sendo 13 em Santa Catarina – Araranguá, Braço do Norte, Capivari de Baixo, Gravatal, Imaruí, Imbituba, Ipirá, Jaguaruna, Laguna, Pescaria Brava, Piratuba, Sombrio e Tubarão.

Com esta liberação do chamado espectro sendo aprovada, o próximo passo permite às operadoras decidirem pela implantação da rede 5G nestes municípios. Por exemplo, a região de Criciúma teve seu espectro liberado em uma reunião ocorrida no fim de março e, há algumas semanas, a Vivo já licenciou duas estações-base (torres) para entrar em operação.

Ainda no mês de maio, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação Giovani Bernardo enviou um ofício às empresas de telecomunicações interessadas, dentre as quais as operadoras móveis, mostrando a disponibilidade e a capacidade da cidade em já receber o sinal da nova tecnologia de transmissão de dados e voz, de forma a demonstrar a iniciativa do Município nesta nova empreitada do setor tecnológico de comunicações. “Num primeiro momento, a telefonia móvel com a nova tecnologia deverá entrar em operação na cidade ainda neste semestre, se levarmos em conta o trâmite ocorrido em outros municípios. No entanto, existe um outro uso, o empresarial, que já é possível usufruir através de alguns equipamentos, mas que implica em uma outra questão, que estamos trabalhando junto ao Centro de Inovação que é o desenvolvimento de tecnologias para o 5G, que é uma grande demanda do Brasil, que atualmente possui muita mais ofertas do 5G do que soluções rodando em 5G, então a gente quer incentivar isso a partir de projetos dentro do Centro de Inovação para que possamos usar o 5G não só como tecnologia mas como geração de negócios”, avaliou o secretário Giovani.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *