julho 18, 2024
Deputados injuriados com governo Lula Foto Ilustração

Deputados injuriados com governo Lula

Deputados brasileiros estão insatisfeitos com o governo Lula e os motivos são bem conhecidos. Entre os problemas de articulação estão demora na liberação de emendas e indicação de cargos.

Ao deixar para a última hora a votação da medida provisória que reorganiza a estrutura dos ministérios do governo Lula, sob o risco de perda de validade, a Câmara dos Deputados deu um recado de insatisfação com a articulação política do Planalto.

Segundo deputados, o Executivo demora na liberação de emendas parlamentares e indicações de cargos políticos e falha no diálogo com os deputados.

Durante a votação do texto na noite da quarta-feira (31), o deputado Elmar Nascimento (União-BA), líder do partido que tem 59 deputados e dois ministérios na Esplanada, deixou claro que a vontade inicial da sua bancada era “derrotar o governo”.

“Tudo isso é fruto da forma contraditória, desgovernada, de falta de uma base estabilizada”, afirmou.

Após a aprovação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), deu um novo recado ao Planalto, sinalizando que haverá dificuldade na aprovação das próximas pautas governistas. “Daqui para frente, o governo vai ter que andar com suas pernas”, disse.             

A Secretaria de Relações Institucionais e a Secretaria de Comunicação da Presidência não quiseram se manifestar.

Entenda, em sete pontos, a insatisfação dos deputados com o governo Lula:

1.            Liberação de emendas, não tem liberado as emendas como vinah sendo feito até agora

2.            Indicação de cargos, antes os deputados indicavam servidores para alguns cargos, hoje o governo não considera o desejo dos parlamentares

3.            Ministros não recebem deputados, deputados entendem que devem ter mais espaço para conversar com os ministros e encaminhar reivindicações de seus respectivos estados e região de influência

4.            Maioria dos ministérios do PT, essa condição transforma o governo num governo eminentemente político e os deputados querem ministros representantes de mais partidos

5.            Poucas Visita aos estados

6.            Governo contraria Congresso, preferindo agir sem consultas ou pelo menos ouvir parlamentares

Renan Calheiros x Lira, O presidente da Câmara acumula rusgas com o senador Renan Calheiros (MDB-AL). Adversários políticos em Alagoas, os dois já protagonizaram episódios com trocas de acusações pelas redes sociais. O último embate ocorreu às vésperas da votação da MP dos ministérios.

Renan é aliado de Lula e tem o filho na chefia da pasta de Transportes do governo Lula.

Lira fez chegar ao Palácio do Planalto seu descontentamento com os ataques do senador, mas negou ter exigido a saída de ministros em troca da aprovação de projetos de interesse do governo.

Nos últimos dias, deputados de vários partidos também disseram se “solidarizar” com Lira na situação e avaliam que o senador ultrapassou os limites na postagem.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *