maio 20, 2024
Brasil acompanha novo escândalo no futebol Foto Divulgação

Brasil acompanha novo escândalo no futebol

Mais um escândalo sexual do futebol brasileiro

Advogado contesta versão do treinador Cuca e diz que vítima reconheceu o técnico do Corinthians

Em sua apresentação, treinador disse que a vítima não o reconheceu como envolvido no caso de abuso sexual: “A declaração de Alexi Stival é falsa”

Quatro dias depois da apresentação como novo técnico do Corinthians e de afirmar ser inocente no caso em que foi condenado por envolvimento no abuso sexual de uma menor em 1987, quando ainda era jogador, Cuca teve sua versão contestada pelo advogado da vítima.

Em entrevista ao portal UOL, o advogado suíço Willi Egloff, que acompanhou a vítima durante todo o processo, disse que Cuca foi, sim, reconhecido por ela como um dos abusadores.

– A declaração de Alexi Stival (Cuca) é falsa. A garota o reconheceu como um dos estupradores. Ele foi condenado por relações sexuais com uma menor – disse o advogado.

Em sua entrevista na semana passada, Cuca disse que por três vezes a vítima não o teria reconhecido com um dos jogadores envolvidos no caso. Cuca foi condenado a 15 meses de detenção, algo que ele diz que ocorreu “à revelia”, embora tenha tido defesa paga pelo Grêmio.

– Se fosse no tempo de hoje, se tivesse acontecido agora, ia me favorecer muito. Você ia ouvir a moça: “Não, ele não estava. Não, ele não estava. Não, ele não estava”. Foram três vezes. Pronto. Eu já estou absolvido. Não existe coisa mais absoluta do que a palavra da vítima. Existe? Não existe – disse Cuca.

Outro fato confirmado pelo advogado foi sobre as notícias publicadas pelo jornal “Der Bund”, de Berna, em 1989, depois do veredito. O artigo da época aponta que foi encontrado sêmen de Cuca na garota. Segundo o advogado, o exame foi realizado pelo Instituto de Medicina Legal da Universidade de Berna.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *