junho 18, 2024
Vereadores de Imbituba querem coordenadoria Foto Ilustração

Vereadores de Imbituba querem coordenadoria

Uma moção em discussão pela Câmara de Vereadores de Imbituba na tentativa de sensibilizar o governo do Estado a manter a estrutura da Coordenadoria Regional de Educação (CRE) de Laguna chama atenção por um detalhe: os parlamentares do município vizinho também pedem para que a sede do órgão seja transferida para lá.

“[É] de conhecimento público que do total das unidades escolares da região, Imbituba é a que atende a maior quantidade 11 unidades, que totalizam o atendimento de 6.077 alunos, contando ainda com 01 unidade quilombola, no bairro Campo D’una”, justificam os vereadores…

Em outro ponto, alegam que Imbituba “tem atualmente a maior população entre os 06 (seis) municípios, contando com 54.295 habitantes, e está melhor localizado na região de sua abrangência, ou seja, na parte central, facilitando o contato e a integração permanente com as unidades escolares”.

A moção é assinada pelos vereadores Deivid Rafael Aquino (MDB), Elísio Sgrott (PP), Gilberto Pereira (PL), Humberto Carlos dos Santos (PSB), Ireni José Ouriques (PSB), Leonir de Sousa (Pode), Matheus Paladini Pereira (PSDB), Michell Nunes (PL), Rafael Mello da Silva (Pode), Rosiane da Silva Costa (PSB), Thiago da Rosa (PP) e Valdir Rodrigues (PSD).

Atualmente, a sede da CRE está em Laguna e dali atende também as unidades de Pescaria Brava, Imaruí, Paulo Lopes e Garopaba. Apesar de o governo estadual não confirmar de maneira oficial a extinção do órgão regional e sua fusão com a coordenadoria de Tubarão, extraoficialmente a ideia é estudada no contexto da reforma administrativa em andamento no âmbito da Educação. A Câmara de Vereadores de Laguna também aprovou uma moção semelhante e conquistou o apoio de deputados estaduais, como Volnei Weber (MDB), que também apelou na tribuna da Assembleia Legislativa pela manutenção do órgão como está.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *