maio 29, 2024
A crueldade como requinte nos casos de feminicídio Foto Divulgação

A crueldade como requinte nos casos de feminicídio

Investigação policial destaca ‘crueldade’ e apura eventual feminicídio em morte de jovens em Araranguá, casos ainda sem solução. Segundo delegada, vítimas estavam amarradas, amordaçadas e com ferimentos no pescoço

O homicídio brutal contra duas jovens em Araranguá, no Sul catarinense, continua sendo investigado pela Polícia Civil. Gabriela Silva Rocha, de 21 anos, e Karoline de Souza, de 24, foram encontradas mortas nessa quinta-feira (6) em um rio da cidade. 

“As duas vítimas estavam com degola, cortes no pescoço. Vamos aguardar o laudo, mas a princípio esses ferimentos foram o que chamaram a atenção”, revelou a delegada.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *