julho 18, 2024
Deputado gaúcho sugere que estudantes sejam queimados Foto: Divulgação

Deputado gaúcho sugere que estudantes sejam queimados

O parlamentar sugeriu que os estudantes mereciam ser queimados vivos após manifestação por cortes no orçamento no Ministério da Educação.

Como consequência da postura do político, o Ministério Público Federal (MPF) informou na sexta-feira (21) que está instaurando um procedimento para averiguar a manifestação publicada pelo deputado federal Bibo Nunes (PL) pelo Rio Grande do Sul em suas redes sociais.

No vídeo, Bibo diz que estudantes das universidades federais de Santa Maria (UFSM) e Pelotas (UFPEL) merecem ser “queimados vivos”. A ação do MPF atende representação do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdeci Oliveira, e do radialista Luciano Guerra.

O comentário foi feito contra alunos da universidade da cidade onde aconteceu o incêndio na boate Kiss, que matou 242 em 2013. Os quatro réus foram soltos após a anulação do julgamento ocorrido em dezembro de 2021.

Na imagem, Bibo, faz ofensas aos alunos, chamando-os de inúteis, lixo, escória e até de “débeis mentais”. Na sequência, diz que os alunos mereciam ser queimados vivos.

“Ser rico e não ter noção, como esses aí. É o filme ‘Tropa de Elite’. Sabe o que aconteceu? Olha o filme ‘um’. Pegaram aqueles coitadinhos, aqueles riquinhos ajudando pobre e que se deram mal e queimaram vivos. Queimaram vivo dentro de pneus, queimaram vivo, e é isso que esses estudantes alienados, filhos de papai e que têm grana merecem. Não que eu queira isso, mas eles merecem porque eles estão arriscando acabar com o nosso Brasil”, diz.

Para a Associação dos Familiares de Estudantes acidentados na Boate Kiss, a declaração do deputado federal é “algo torpe e vil” e que “o sentimento é de tamanha indignação, incredulidade e verdadeira tristeza”.

Também por meio de nota, a reitoria da UFSM repudiou “todo e qualquer discurso de ódio, de falta de civilidade, que não tolere as diferentes opiniões ideológicas e políticas e que incentive agressões”.

No vídeo, o deputado federal criticou os alunos por atos com críticas por cortes financeiros na área da educação. Bibo negou que tenha dito que os estudantes merecessem queimar vivos.

Quer receber as notícias do L90 direto no seu celular? Entre em nosso grupo de notícias no Whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *