maio 18, 2024
Estado terá obrigação de informar ocupação de UTIs Foto: Divulgação

Estado terá obrigação de informar ocupação de UTIs

Acordo obriga o Estado a informar procura por leitos informar em tempo real número de pacientes que aguardam por UTI.
A celebração de um acordo entre o governo e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) nesta quarta-feira (20), faz com que o Estado se comprometa a informar, em tempo real, o número de pacientes que aguardam por vaga em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Acordo foi confirmado em audiência entre o governo e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) nesta quarta-feira (20).
O encontro ocorreu após a Justiça decidir que o Estado poderia ser multado caso não ofertasse leitos de UTIs a crianças e adolescentes em até 12 horas a partir do pedido do médico. A decisão foi mantida no encontro, presidido pela juíza da Vara da Infância e Juventude de Florianópolis, Brigitte Remor de Souza May.
O Estado também tem sete dias para acrescentar no sistema a ocupação dos leitos ativos de enfermaria e de UTI pediátricos e neonatais da rede privada e pública, com dados por hospital e região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *