julho 18, 2024
Após cinco anos os cinemas recebem “Buzz Lightyear” Foto: Disney/Pixar

Após cinco anos os cinemas recebem “Buzz Lightyear”

Lançado em todos os cinenmas, “Buzz Lightyear” chegou para fazer a diferença, levando os fãs da animação novamente ao mundo do Ranger do Espaço mais famoso de sempre. Depois de “Toy Story”, o novo filme da Disney*Pixar explora as origens de Buzz e o que transformou na lenda da exploração espacial. Assim, e aproveitando também que os estúdios já lançaram “Para Além do Infinito” na plataforma da Disney+ Portugal, decidimos juntar aqui algumas das curiosidades mais interessantes por detrás deste projeto de animação.
Desde o tempo que demorou a ser feito, até às origens dos nomes das personagens, fica também a par destes ‘segredos’.


UMA LONGA VIAGEM – os estúdios de animação Pixar demoraram 5 anos e meio a preparar Buzz Lightyear, da concepção à sua conclusão e lançamento nos cinemas;

FATO ESPACIAL – o fato especial de Buzz Lightyear não é mero produto da imaginação de equipa de produção. Para dar mais autenticidade, a equipa inspirou-se na NASA e até nas forças armadas dos EUA. Foram desenhados mais de 15 fatos espaciais para o Ranger do Espaço. Na versão final do filme apareceram 9;
A NAVE ESPACIAL – para o primeiro projeto da nave espacial da Buzz a Pixar pediu ajuda a John Duncan, de “Star Wars”. O criador de modelos criou o adereço de acção ao vivo, a partir do qual os artistas da Pixar replicaram o design no computador;
MISSÕES ÚNICAS – os vários fatos desenhados para Buzz Lightyear são visíveis de cada vez que o Ranger tem uma nova missão. Em cada lançamento há sempre um novo fato, uma nova nave e um novo cristal de combustível; e aí curtiu o filme está em cartaz ainda nos cinemas e em seguida estará a disposição no streaming da Disney +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *