junho 18, 2024
Estado tem o quarto menor preço médio de gasolina comum do país Foto: Divulgação

Estado tem o quarto menor preço médio de gasolina comum do país

O estado de Santa Catarina é o quarto com menor preço médio cobrado para gasolina comum no Brasil, segundo dados divulgados último sábado (2), Agência Nacional do Petróleo (ANP), com o custo do litro da gasolima comum saindo por R$6,82. Os três Estados com o combustível mais barato são Amapá (R$6,21), São Paulo (R$6,69) e Mato Grosso do Sul (R$6,80). Santa Catarina e Rio Grande do Sul aparecem empatados com valor de R$6,82.


Os preços foram analisados pela Agência Nacional do Petrólio (ANP), com dados de 227 postos de gasolina em todas as regiões do estado. A pesquisa foi realizada no periodo compreendido entre entre os dias 26 de junho e 2 de julho e levou em consideração o preço da gasolina comum.


Nas maiores cidades do estado os preços médios são: Florianópolis (R$6,87), Joinville (R$6,46), Blumenau (R$6,91). Na região metropolitana, a gasolina comum pode ultrapassar os seis reais, com média de R$7,02 em São José, R$7,06 em Palhoça e R$6,78 em Biguaçu.


Confira a variação de preços mínimos e máximos da gasolina comum no estado de Santa Catarina:


Araranguá: R$ 6,59 / R$ 6,69;
Biguaçu: R$ 6,74 / R$ 6,99;
Blumenau: R$ 6,59 / R$ 7,16;
Criciúma: R$ 6,47/ R$ 6,69;
Florianópolis: R$ 6,65 / R$ 7,16;
Joinville: R$ 6,36 / R$ 6,96;
Laguna: R$ 6,49 / R$ 6,99;
Palhoça: R$ 6,69 / R$ 7,49;
São José: R$ 7,74 / R$ 7,52;
Tubarão: R$ 6,58 / R$ 6,89;


O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés assinou no dia primeiro (1°) de julho, uma Medida Provisória com vigência imediata que reduz a 17% a alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para energia elétrica, gasolina, álcool combustível e comunicações.
Antes da assinatura da Medida Provisória pelo governador do estado, a taxa tributária estadual era superior aos 17% para a gasolina, etanol, comunicações e energia elétrica, sendo de 25%. Segundo a secretária Estadual da Fazenda o ICMS do diesel permanecerá em 12%.

Fonte de informação: ND+

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *