junho 18, 2024
A precariedade do Aeroporto Humberto Ghizzo Bortoluzzi foto portal engeplus

A precariedade do Aeroporto Humberto Ghizzo Bortoluzzi

As condições precárias do Aeroporto Humberto Ghizzo Bortoluzzi, de Jaguaruna, mereceram novas críticas do jornalista Fabiano Bordihgnon, na Revista Única. Segundo ele, o problema tem sido recorrente em nossa região e precisa ter uma atenção mais direcionada. Falta equipamentos para que as aeronaves possam operar por instrumentos.

Bordignon lembra que os transtornos a passageiros e prejuízos às companhias mais recentes foram registrados na noite do último sábado, 09 de setembro. Cerca de 100 passageiros que partiriam no voo da Latam – Jaguaruna/São Paulo, às 19h25, não puderam embarcar devido às condições climáticas e a impossibilidade de operar nesses casos, por não possuir o recurso, a aeronave não decolou. Os passageiros foram levados por alguns ônibus locados pela companhia até Florianópolis.   Eles somente conseguiram embarcar no domingo.

O jornalista encerra sua advertência, conclamando as autoridades para que tratem o tema com mais prioridade, por ser fundamental uma solução para o desenvolvimento empresarial e turístico de nossa região.

Quando um aeroporto não opera por instrumentos, ele fica à mercê do tempo – literalmente.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *