junho 23, 2024
Mamografias atingem novas faixas etárias Foto Ilustração

Mamografias atingem novas faixas etárias

Mamografia: entidades e ministério divergem sobre idade mínima para exame de rotina; veja como funciona

Força-Tarefa de Serviços Preventivos dos EUA sugeriu que paciente com risco médio para câncer de mama faça mamografias regulares a partir dos 40 anos, e não mais dos 50. No Brasil, orientação é para quem tem entre 50 e 69 anos, mas entidades médicas discordam dessa recomendação.

Pesquisadores norte-americanos querem diminuir a idade mínima para fazer a mamografia de rastreamento, exame de rotina para mulheres sem sintomas de câncer de mama. Nesta semana, a Força-Tarefa de Serviços Preventivos dos Estados Unidos sugeriu que pacientes com risco médio para a doença devem começar a fazer mamografias regulares a partir dos 40 anos, e não mais dos 50.

Contexto: A revisão nas recomendações veio após um aumento no número de diagnósticos de câncer de mama em mulheres mais jovens – um cenário que não é exclusivo dos Estados Unidos.

Os casos de câncer de mama no Brasil também cresceram nos últimos anos, se alastrando por todas as faixas etárias, incluindo as mais jovens. Mais de 73,6 mil casos novos da doença podem ser diagnosticados neste ano, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *