junho 18, 2024
Morre treinador acusado de assédio Foto Divulgação

Morre treinador acusado de assédio

Treinador de futsal denunciado por assediar ao menos 12 jogadoras morre dentro de presídio após passar mal no Ceará

Treinador foi preso no último dia 18 de março na Praia de Iracema. A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) afirmou que o paciente estava com uma hérnia inguinoescrotal.

O treinador de futsal denunciado por assediar, pelo menos, 12 atletas em Fortaleza morreu após passar mal dentro do presídio localizado na Grande Fortaleza. A morte do técnico ocorreu no último dia 18 de abril, mas só foi confirmada neste sábado (13), através da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

O treinador havia sido preso em uma operação da Polícia Civil realizada no dia 16 de março na Praia de Iracema, na capital. Conforme a Secretaria da Segurança, o técnico era suspeito de crimes de estupro e estupro de vulnerável.

As vítimas eram garotas com idade entre 13 e 17 anos. Elas afirmaram que receberam mensagens com termos obscenos e convites inadequados, além dos assédios que aconteciam durante os treinos. O clube feminino treina em uma antiga escola no Centro da capital cearense, onde ocorrem os casos de abuso, conforme a denúncia.

Dores dorsais e desmaios

A pasta afirmou que o paciente estava com uma hérnia inguinoescrotal. A SAP disse que o detento reclamou de dores dorsais, tontura e sensação de dormência. O técnico foi encaminhado ao consultório médico para análise do quadro. Enquanto aguardava atendimento, o paciente passou a reclamar de dores fortes no local da hérnia e sofreu desmaio.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *