abril 25, 2024
Havan é condenada por comportamento racista Foto Divulgação

Havan é condenada por comportamento racista

A Loja Havan acaba de ser condenada a pagar R$ 50 mil a funcionária negra que relatou perseguição e ofensas de chefe.

Segundo o TRT, operadora de caixa contou ter ouvido frases racistas, como “melhora essa cara para não levar chibatadas”. Empresa disse que vai recorrer.

O caso aconteceu em uma loja na Grande Florianópolis. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 12ª Região, após decisão da 1ª Vara do Trabalho de São José.

Em nota, no domingo (12), a empresa afirmou que repudia qualquer ato de intolerância e que soube do caso em uma loja na cidade de Biguaçu por meio da ação trabalhista. Declarou também que tem um canal de denúncias e que vai recorrer da decisão.

A vítima, que trabalhava como operadora de caixa, disse que chegou a sofrer perseguição por ser negra. Ela relatou que ouviu frases racistas, como ameaça de ir para o tronco”, informou o TRT-SC.

Fique por dentro das últimas notícias no grupo do WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *