maio 20, 2024
Nova polêmica sobre engordamento da praia em Balneário Camboriú Foto: Divulgação

Nova polêmica sobre engordamento da praia em Balneário Camboriú

O desnível é resultado da ação das ondas mais fortes e ocorre naturalmente, segundo o engenheiro e diretor de planejamento e gestão orçamentária do município, Toni Fausto Frainer.

O “degrau” apareceu na faixa de areia da praia Central de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, alargada há cerca de 10 meses, na noite de quinta-feira (20).

Além disso, uma estrutura de concreto surgiu enterrada na areia. Ela pertenceu a um antigo restaurante flutuante, informou a prefeitura. 

Chamado de escarpa, o fenômeno do degrau pode ocorrer em qualquer praia, segundo Frainer. O engenheiro explicou que sempre foi mais comum na região da Barra Sul, como mostram as fotos. Por essa razão, durante a obra de alargamento, mais areia foi depositada na área.

“Se você pegar o histórico da praia, em alguns pontos, sempre aconteciam algumas escarpas. Então é normal e isso já estava previsto”, disse.

A prefeitura reforçou, em nota, que o projeto da obra já previa o tempo de um ano a um ano e meio para ocorrer o desequilíbrio na areia )Em março deste ano, degraus e desníveis já haviam sido visualizados na orla de Balneário Camboriú.

Concreto de restaurante flutuante

Após o relatos, a administração municipal de Balneário Camboriú informou que o cano de concreto que apareceu enterrado na praia pertence a estrutura de atracamento de um restaurante flutuante que ficava na região.

Quer receber as notícias do L90 direto no seu celular? Entre em nosso grupo de notícias no Whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *